GALERIA DE ARTE VITÓRIA BARROS FAZ DUAS DÉCADAS


Neste ano de 2022 a Galeria do Instituto de Arte Vitória Barros completa vinte anos de (r)existência. São duas décadas dedicas a arte e a cultura marabaense. E para comemorar, logo no primeiro semestre serão realizados de forma presencial os projetos Mulheril e VER-A-CIDADE, ambos são parte dessa história que será contada em Livro previsto para lançamento ainda este ano.

Selo comemorativo

Para abrir as atividades e comemorar a data de estreia da Galeria, o Mulheril IIIII terá abertura em 8 de março, às 19h, como aconteceu lá em 2002. O evento que conta com participação de mulheres artistas teve sua primeira edição em 2007, com a exposição “Mulher imagem, mulher signo”, sendo palco para a produção de artes visuais e literatura e, nesta edição, segue buscando as diversas linguagens que abrangem o interesse das mulheres criativas na cidade, além de conjugar ao evento a comemoração do centenário da famigerada Semana de 22, símbolo do modernismo brasileiro. Neste ano, além de convidadas, a exposição contará com uma mostra de acervo IAVB, que apresentará as obras das artistas na coleção, o que soma cerca de 40% do total. Podemos esperar nomes como de Lara Borges, Bianca Levy, Carla Beltrão, e a própria Vitória Barros.

Obra 'Olokum' da artista paraense Bianca Levy

Como esperado todos os anos, a já tradicional Mostra Fotográfica VER-A-CIDADE Marabá, na sua décima segunda edição, terá inscrições realizadas entres os dias 15 março a 6 de maio, com relação dos selecionados divulgada no dia 13 de maio, e abertura da mostra no dia 20, às 19h. A cada ano buscando inovar dentro da reflexão sobre a fotografia, a produção tem aberto cada vez mais o regulamento que trazia algum limite para pensar a fotografia em sua materialidade, pensada como papel impresso. Há uma preocupação de estimular a ideia de objeto fotográfico que pode tomar forma em suportes para além do papel, e essa plasticidade que lhe é característico, vale tal qual para ideia de integridade em uma imagem fotográfica, ou seja, sobre o autor ter liberdade para pensar como um projeto de arte mesmo, além do recurso garantido de registro da cidade. O projeto deve conter até três obras, enviadas no período para galeria com ficha de inscrição preenchida (download disponível em breve no site).

Com o pé já no segundo semestre de 2022, o Programa Galeria Aberta lança as datas para os artistas interessados em expor suas produções nos salões da Galeria: Pauta 1 – de 05|08 a 09|09, Pauta 2 – 16|09 a 21|10, e Pauta 3 – 28|10 a 02|12. Os interessados devem entrar em contato até 30 de maio para receberem as orientações, após os recebimentos de todas as propostas, uma comissão curatorial irá selecionar os projetos mais adequados ao espaço, podendo até mesmo a ocupação de salões distintos para artistas concomitantes, caso a produção de um único artista não ocupe todos os salões.

O presente final será o lançamento do livro de 20 anos da Galeria. Com pesquisa uma pesquisa realizada nos últimos cinco anos, a curadora do acervo do Instituto, Natacha Barros, está produzindo o livro que faz um apanhado das memórias da instituição assim como um levantamento inédito e completo do acervo, com imagem das obras e informação sobre seus autores. O lançamento será realizado na Galeria com coquetel para convidados que fizeram parte dessa história.


Sabendo disto, fiquem ligados na programação disponível nas redes sociais e não percam os eventos deste ano auspiciosos!



Contatos:

galeriadeartevitoriabarros@gmail.com

@galeriadeartevitoriabarros (Facebook e Instagram)

94 991369190 (WhatsApp)

  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Blogger - Black Circle
  • YouTube - Black Circle